sábado, 4 de dezembro de 2010

Camilo de passagem.

Embora durante a construção da linha do Douro se tivesse discutido sobre o melhor local para colocar a estação que melhor serviria o concelho de Cinfães (alguns políticos sugeriam a Pala) o certo é que com a edificação da ponte metálica de Porto Antigo na década de 1890, Mosteirô passou a ser um dos principais pontos de paragem daquela via férrea. Por aqui passou Camilo Castelo Branco em 1881, numa das fases mais perturbadas da sua vida:


Estamos os dois selvagens, meu caro Negrão. Tu em Mosteirô e eu em S. Miguel de Seide. Ha sete mezes estive na estação proxima de tua casa. Não podia ir abraçar-te porque acompanhava meu filho Jorge que indoudeceu aos 16 annos, tem hoje 18, e está irremediavelmente perdido. Quando passei vinha das Pedras Salgadas onde elle apenas se demorou 2 horas, e quiz immediatamente oltar para casa. Eu adoro este desgraçado; e o que peço a Deus é que m'o deixe viver assim.

Carta de 1 de Abril de 1881, Visconde de Villa Moura, Camillo inédito, pp. 28-29.

Speech by ReadSpeaker