domingo, 18 de outubro de 2009

«Em Tendaes»

«Como de costume, realisou-se no passado Domingo, n’esta freguezia, a festa da padroeira, Stª. Christina. Esteve bastante animada, fazendo-se ouvir a música de Sinfães, que, como sempre, agradou, e subindo ao pulpito o reverendo Thomé Pinto Cardoso, muito digno parocho de Nespereira, que fez um bom discurso. Distinguiu-se na ornamentação da egreja o armador Carolino Corrêa d’Alvarenga, tornando-se principalmente digno da menção na maneira como dizpôs os andores, no que se distingue bastante de todos os armadores que, que alli teem ido. § Outrora esta festividade era muito concorrida, tornando-a atrahente a chegada dos romeiros, que do S. Macario por alli abordavam, com chapeus ornados de ramos e imagens de santos, em alegres descantes. N’esse tempo, viam-se grandes alas desde o Adro velho até ao Jogo, formadas pelas vendedeiras de fructas, que procuravam vender o melhor que podiam, podendo os romeiros escolher à vontade, e saborear o espectaculo das fructas maduras, que faziam crescer a agua na bocca, e despertavam o apetite, ao mesmo tempo que impregnavam o ar de delicioso aroma, mais suave e apperitivo do que o das essencias enfrascadas. § Que saudades d’esse tempo!»

S/ indicação de autor - «Em Tendaes». A Justiça (1898).

Speech by ReadSpeaker